Contato WhatsappPowered by Rock Convert

Muitas empresas ignoram a importância que a boa gestão de Tecnologia da Informação tem para a sobrevivência de um negócio. Além de cuidar de pontos cruciais, como a segurança da informação e os diagnósticos de rede, esse departamento é responsável por toda a infraestrutura de TI e comunicação.

Isso quer dizer que as tecnologias que servem de ponte entre os negócios, as oportunidades e os clientes são de controle da área de TI. Outros fatores tão fundamentais quanto esses, que vêm como benefícios de investir corretamente em uma infraestrutura de TI, são:

  • redução de custos com manutenção;
  • aumento da vida útil de equipamentos;
  • constante atualização tecnológica do ambiente corporativo;
  • maior eficiência na gestão dos negócios.

Deseja saber mais sobre a aplicação correta de recursos na infraestrutura de TI? Então, continue a leitura do nosso artigo, pois falaremos sobre o essencial para realizar um bom investimento!

O que considerar ao implantar uma infraestrutura de TI?

Há muitos pontos a serem considerados na hora de planejar a implementação ou atualização das tecnologias utilizadas na empresa. Veja os principais a seguir.

Economize no que puder

É necessário estipular um orçamento realista, mas também é preciso economizar o quanto for possível. Para isso, opte por versões que tenham manutenção barata, apresentem um baixo consumo de energia e se integrem a outros softwares ou hardwares de maneira fácil. Tudo isso trará não somente uma economia financeira, mas de tempo.

É muito importante que o tempo gasto nos processos e no gerenciamento da infraestrutura de TI seja otimizado. Isso permitirá que os gestores e colaboradores foquem naquilo que realmente é necessário, aumentando a produtividade da equipe.

Utilize mais a nuvem

A maioria das empresas já entendeu que a cloud computing só traz benefícios aos negócios. Então, não deixe de investir no uso da nuvem, seja para armazenamento, transferência ou comunicação VoIP.

A área de TI ficará responsável pelas atividades ligadas à nuvem. Porém, muitas companhias que fornecem esse tipo de serviço prestam um suporte próprio a seus clientes, deixando os gestores livres para outras atividades.

O armazenamento em nuvem é uma das atividades mais utilizadas da cloud computing, pois permite que qualquer colaborador com permissão consiga acessar os arquivos ali guardados. Isso facilita a criação de home offices e um acompanhamento full time de colaboradores que estão viajando a negócios, por meio do acesso remoto.

Crie uma rotina de backup

As rotinas de backup fazem parte das boas práticas de segurança da informação. Além disso, é extremamente adequado que as infraestruturas de TI contenham configurações de backup e capacidade de memória suficiente para utilização.

O backup não só garante a integridade das informações da companhia, mas evita que ela seja vítima de ataques de ransomware, por exemplo. Trata-se do sequestro virtual de dados sensíveis.

Outro ponto importantíssimo garantido à segurança da organização é a prevenção quanto a roubos de equipamentos. Em maio de 2018, a empresa Coca-Cola, gigante multinacional de bebidas, foi vítima desse crime.

Como consequência, acabou expondo os dados de mais de 8 mil funcionários. Isso nos remete à recomendação anterior — armazenamento em nuvem, principalmente para backups.

Adote equipamentos adequados

É importante escolher os equipamentos adequados para as atividades corretas. Assim como não aceitamos que nos forneçam menos do que precisamos para trabalhar, não devemos admitir o caso oposto. Isso porque qualquer excedente é desperdício de recurso e impacta no orçamento de implementação da infraestrutura de TI.

Então, faça um mapeamento de tarefas. Converse com os gestores de cada departamento da companhia e peça para que eles mesmos digam quais são as funções exercidas ali, além de prioridades, necessidades, atuais problemas com os equipamentos e sugestões de melhorias.

Depois disso, analise os pedidos com cuidado e converta-os em tecnologias apropriadas para cada demanda. Isso garantirá a produção das equipes e não custará muito ao orçamento.

Mais uma vez, salientamos a importância de optar por softwares que se integrem, pois a comunicação de um programa com outro economiza tempo e dinheiro. Além disso, facilita o trabalho dos colaboradores.

Banner meioPowered by Rock Convert

Opte por equipamentos com baixo nível de desgaste

Aqui, a economia é a longo prazo, pois esses equipamentos necessitam de menos cuidados e podem ser reparados com uma frequência menor. Entretanto, a manutenção não pode ser desconsiderada.

É muito importante ter uma rotina apropriada para realizar a manutenção preventiva. Inclua nesse processo a atualização de softwares e programas, assim como a renovação das chaves de acesso.

Lembramos que programas pirateados comprometem a segurança de toda a rede. Eles não permitem a atualização constante do software, deixando brechas para que agentes maliciosos promovam ataques cibernéticos.

Não se esqueça também de mudar o sistema operacional quando já não tiver o suporte do fabricante, pois isso evita futuros problemas por falta de atendimento especializado.

Conte com especialistas

Há casos em que ter uma equipe própria de TI é inviável para a empresa. Ou é possível, até mesmo, contar com colaboradores da área, porém o negócio se desenvolve com tanta rapidez que sua estrutura de comunicação se torna grande e complexa, exigindo atendimentos pontuais e especializados.

Independentemente do caso, saiba que você pode contar com companhias que são especializadas no assunto e estão preparadas para fazer a atualização ou implementação de uma infraestrutura de TI.

É importante saber se a empresa escolhida dará o suporte ponta a ponta, ou seja, desde o planejamento até o recebimento dos resultados. Isso garantirá um bom investimento dos recursos e o sucesso da implantação.

O que não fazer?

Na hora de implementar seu planejamento, é muito importante estar atento a atitudes que podem parecer inofensivas, porém são extremamente nocivas ao projeto. Veja, abaixo, quais são elas.

Esquecer-se da virtualização de servidores e programas

virtualização de servidores auxilia as empresas de várias formas. Com ela, é possível aplicar sistemas de redundância que ajudam a manter a operação com uma alta produção.

Isso ocorre porque a redundância “copia” programas para que, no caso de falha, essa “cópia” faça o trabalho no lugar. Então, é praticamente impossível haver inoperância sistêmica.

Não planejar a escalabilidade de equipamentos e sistemas

É muito importante implantar as soluções em formato de blocos, garantindo uma fácil escalabilidade para situações futuras. Vale lembrar que o objetivo de uma organização é sempre crescer e, com isso, é necessário que a rede de telecomunicações consiga se desenvolver junto aos negócios.

Nesse ponto, a tecnologia em nuvem auxilia as empresas, pois é baseada em protocolos de internet. Assim, ela permite acompanhar o crescimento das companhias.

Deixar de dialogar com outros departamentos

A TI já deixou de ser aquela área que apenas presta suporte técnico. É mais do que hora de reconhecer a importância estratégica que uma boa gestão de TI tem para os negócios.

O privilégio de contar com esse departamento converte-se no contato com a imensidão de informações que é gerada tanto pelo relacionamento com clientes e fornecedores quanto pela produção dos colaboradores.

Todos os relatórios e indicadores disponibilizados são úteis para tomadas de decisões estratégicas. Eles fornecem a base para um posicionamento lógico e vantajoso no mercado competitivo.

Por isso, ressaltamos a importância de contar com especialistas de TI, sejam equipes próprias ou contratadas. Mas a implementação de uma infraestrutura de TI exige muita atenção e experiência para garantir a segurança de dados e o bom funcionamento de recursos que são utilizados diariamente, como a rede de Wi-Fi.

Gostou de nosso artigo? Então, entre em contato conosco agora mesmo e saiba como podemos ajudar seu negócio a ter o melhor suporte em uma implementação de infraestrutura de TI!