Contato WhatsappPowered by Rock Convert

Um problema comum entre os gestores de tecnologia é como manter uma boa governança de TI, uma vez que acabam perdendo o controle do setor conforme novos equipamentos e sistemas vão sendo adicionados ao ambiente da empresa.

Dentro desse contexto, uma auditoria surge como uma nova esperança, pois permite não apenas inventariar tudo aquilo que está realmente em uso dentro do ambiente da organização, como também verificar problemas e oportunidades.

Neste breve post, vamos falar um pouco mais sobre o processo de auditoria e como ele pode ser fundamental para a governança de TI. Continue conosco e boa leitura!

O que é a governança de TI?

Podemos conceituar o termo como uma forma de combinar atividades, equipamentos e sistemas, dentro da área de tecnologia da informação, com o objetivo de atender aos objetivos estratégicos de uma organização.

Ou seja, é uma forma de fazer com que a TI utilize todo o seu potencial para se tornar mais estratégica e ativa dentro do negócio da empresa. Dessa forma,  governança de TI vai atuar como um mecanismo de controle, permitindo o estabelecimento de regras e políticas que direcionam todos os processos de tecnologia.

Essas normas vão garantir que o setor de TI está fazendo o necessário — dentro do seu escopo — para que a organização possa alcançar seus objetivos estratégicos.

Como é realizada a sua auditoria?

Agora que você já tem uma ideia acerca da governança, é preciso destacar o papel da auditoria dentro desse processo. A TI é um setor muito dinâmico, que todos os dias recebe atualizações em termos de softwares e hardware.

Dentro desse ambiente caótico, é preciso manter um direcionamento em rédeas curtas para garantir que tudo esteja de acordo com o planejado e alcance um desempenho satisfatório. É nesse ponto que entra a auditoria de governança de TI.

Banner meioPowered by Rock Convert

É ela que garante que todos os processos dentro da tecnologia da informação estão de acordo com os objetivos estratégicos da companhia, fazendo um controle geral acerca do que está funcionando e daquilo que precisa ser realocado, descartado ou substituído.

Dentre as suas responsabilidades, temos o gerenciamento de pessoas, ferramentas, fornecedores, recursos e tecnologias, que visa verificar se tudo está sendo utilizado de acordo com o planejamento e as metas estabelecidas pela empresa.

Além disso, é por meio de uma auditoria que é possível identificar as oportunidades de melhoria e a utilização da tecnologia para que a empresa tenha ganhos em competitividade ou possa reduzir seus custos operacionais, por exemplo.

Outra vantagem da utilização da auditoria de governança de TI é a segurança repassada aos stakeholders e clientes, que podem atestar a transparência de gestão da organização.

Qual é a importância do cumprimento de metas?

Por muito tempo, o setor de TI foi tido apenas como uma forma de apoio. Porém, essa realidade está mudando com a transformação digital: cada vez mais, a tecnologia toma um lugar de destaque estratégico dentro das organizações.

Dentro desse contexto, é fundamental que as empresas invistam tempo no desenvolvimento de metas específicas para a TI — além do monitoramento do seu cumprimento —, fortalecendo a sua competitividade e alcançando melhores resultados, enquanto mantém um controle eficaz por meio de auditorias constantes.

Como vimos, conforme o papel da tecnologia ganha mais destaque dentro das empresas, investir em governança de TI se mostra o caminho mais seguro para usufruir de todos os seus benefícios.

Se você gostou deste texto, aproveite para assinar a nossa newsletter. Temos outros conteúdos esperando por você!