Contato WhatsappPowered by Rock Convert

Por se tratar de uma área que precisa ser capaz de acompanhar os objetivos da empresa, nem sempre o setor de TI tem sua produtividade facilmente medida. No entanto, é algo muito importante de se fazer para que seja possível intensificar ações que estão dando certo e corrigir aquelas que geram resultados aquém do esperado.

O primeiro passo para isso é entender a diferença entre métricas e indicadores de desempenho. Na verdade, a primeira é um ponto de partida para se chegar à segunda. Indicadores de desempenho são utilizados para obter diagnósticos e tomar decisões, enquanto métricas são apenas números.

A partir do acompanhamento dos indicadores de TI corretos, é possível identificar falhas no gerenciamento do setor e aplicar correções precisas para os problemas que estão ocorrendo. Isso contribuirá para um funcionamento correto que impacta positivamente toda a empresa.

Conheça, a seguir, os principais indicadores de TI que podem ser acompanhados para medir o desempenho do seu setor:

Nível de satisfação

Um nível de satisfação crescente em relação aos serviços do setor de TI é algo desejável em qualquer contexto. Demonstra que há valor percebido nas soluções trazidas, além de serem oferecidas com velocidade e eficiência.

Banner meioPowered by Rock Convert

Para que seja possível mensurar esse indicador de TI, é fundamental que a etapa final do processo de atendimento inclua um pedido de avaliação para o serviço prestado.

Tempo de resposta

Muito do valor de uma equipe de TI é percebido a partir do comprometimento e da agilidade com que esses profissionais conseguem atender aos pedidos da empresa. É por isso que um dos indicadores que devem ser acompanhados para medir o desempenho dela se refere exatamente ao tempo de resposta dos pedidos. A ideia é que sempre esteja baixo, representando respostas ágeis.

Pedidos de ajustes

O acompanhamento do número de pedidos de ajustes ao longo do período tem duas utilidades bem importantes. A primeira é mostrar o volume de demanda que o setor de TI tem, o que pode motivar eventuais reconfigurações da equipe. A segunda é enxergar quais áreas da empresa costumam ter mais problemas críticos que exigem solução e mapear essas tendências.

Tempo médio entre falhas

Esse indicador de TI possibilita visualizar o tempo perdido na operação de determinadas soluções tecnológicas. Afinal, não basta saber apenas a frequência com que certos problemas ocorrem, mas também calcular o tempo de não uso do equipamento e como ele impacta na produtividade da empresa como um todo.

A partir do acompanhamento dos indicadores de TI adequados, será possível extrair diagnósticos precisos a respeito da atuação desse setor. Isso permitirá a elaboração de estratégias de qualidade superior e a minimização de problemas e crises. Trata-se de algo extremamente importante que deve ser priorizado, já que falhas no gerenciamento de TI podem gerar custos excessivos à empresa.

Outra alternativa que vale ser considerada é a do outsourcing, que possibilita direcionar essas demandas a outra empresa e, assim, maximizar seu nível de qualidade. Quer saber mais sobre isso? Então veja aqui no blog quais são os maiores benefícios do outsourcing de TI.