Contato WhatsappPowered by Rock Convert

Ao pensar na melhor configuração de rede para o seu negócio, é comum hesitar muito antes de se decidir entre as redes cabeadas e wireless. Fatores como estabilidade na conexão e versatilidade na transmissão do sinal para diferentes equipamentos são importantes para a sua escolha.

Pensando nisso, preparamos um conteúdo especial sobre essas duas modalidades de conexão. Assim, neste post, vamos abordar os tipos de acesso à internet e suas particularidades. Mostraremos os pontos fortes e fracos de cada uma deles e como escolher um fornecedor adequado para implementar a sua rede. Confira!

Quais são as diferenças entre redes cabeadas e wireless?

A conexão por cabos ainda é uma escolha bastante utilizada nas empresas, mesmo com a crescente necessidade do Wi-Fi. Ao contrário da rede wireless, a opção cabeada não oferece o acesso a dispositivos móveis, como celulares e tablets, cada vez mais adotados no mundo corporativo.

A conexão utiliza um fio ethernet e se conecta à internet por meio de um sistema com cabos, sendo o TPU o modelo mais recorrente na instalação. Esse tipo de acesso realiza a transmissão dos dados físicos até os computadores, com todas as informações trafegando diretamente por meio do cabeamento utilizado.

Embora ofereça rapidez na troca de dados, a rede cabeada tem algumas desvantagens em relação à opção wireless. A mobilidade é a principal delas, justamente pelo uso obrigatório de todos os cabos que compõem a conexão.

Além disso, todo esse cabeamento exige vários itens para a instalação, além de dificultar a manutenção adequada, gerando custos mais elevados para o negócio.

Já a rede wireless, também conhecida como sem fio, confere uma agilidade e praticidade que beneficia empresas de diferentes segmentos, principalmente aquelas que utilizam muitos computadores e dispositivos móveis conectados à internet.

Com uma boa senha definida pelos gestores, é possível, ainda, coibir que pessoas de fora da organização interceptem e utilizem o sinal. Deixar a rede disponível para pessoas que não pertençam à organização pode ser especialmente perigoso, pois essa atitude expõe a rede a ciberataques diversos.

Além disso, para aqueles que se preocupam com a intensidade e a velocidade da conexão, é possível resolver essa questão com uma ação simples. Com a instalação de alguns pontos extras de acesso, pode-se distribuir bem o sinal por todas as salas da companhia.

Dessa maneira, a rede é difundida de forma uniforme entre os colaboradores. Dependendo do número de profissionais na companhia, apenas um roteador (o equipamento que encaminha as informações em uma rede de computadores) será necessário, eliminando os gastos com todo o cabeamento exigido pelo outro tipo de conexão.

Qual é a melhor opção para a sua empresa?

A internet a cabo é uma boa alternativa para ambientes corporativos, pois oferece uma conexão estável e uma proteção sólida contra invasões. Porém, a necessidade de estar constantemente ligada a um cabo ethernet limita a movimentação dos profissionais pela empresa, por maior que seja o alcance físico do fio.

Além disso, há duas desvantagens significativas em relação ao Wi-Fi. A primeira delas é o custo de instalação, que ainda pode requisitar alterações no espaço físico para acomodar os cabos ligados às máquinas, já que os fios precisam estar associados a cada computador.

Banner meioPowered by Rock Convert

Outro problema é a impossibilidade de conexão direta por dispositivos móveis sem o já mencionado ponto de acesso.

O fato é que a rede wireless confere maior mobilidade e flexibilidade para as empresas. O Wi-Fi corporativo é parte da tendência cada vez mais recorrente de expandir as estações de trabalho de uma organização.

A tecnologia sem fio foi uma grande inovação no mercado, há mais de uma década, por oferecer uma liberdade sem igual de conexão à internet. Antes dessa opção, as pessoas precisavam obrigatoriamente conectar o dispositivo utilizado diretamente a um cabo na parede, o que restringia significativamente a mobilidade.

Além disso, as redes wireless possibilitam que se utilize a internet em outros equipamentos além dos básicos desktops e notebooks. Tudo isso sem precisar de um complexo sistema de cabos, que pode acumular bastante poeira e contribuir para panes nos aparelhos.

O Wi-Fi apresenta, ainda, um custo menor para a implantação, já que não é necessário um grande investimento em infraestrutura interna para distribuir o sinal. A liberdade de ir e vir com os dispositivos, a praticidade e os custos reduzidos são fatores importantes para justificar a implementação.

Como escolher um bom fornecedor?

Ao contrário do que muitos gestores de pequenas e médias empresas podem pensar, adquirir uma boa infraestrutura de Wi-Fi corporativo não é privilégio único das grandes instituições do mercado. Negócios mais modestos podem implantar a tecnologia sem precisar investir em treinamento especializado.

Para isso, basta contatar uma empresa de credibilidade no mercado. Esses profissionais têm conhecimento técnico avançado e ajudarão a implantar um sistema robusto de wireless. Por meio do serviço conhecido como outsourcing de TI, ou terceirização, é possível delegar toda essa instalação e se concentrar no core business da organização.

Além disso, com o outsourcing, é possível transferir outros projetos de tecnologia da informação para os cuidados da empresa contratada. Com o seu know-how, a terceirizada oferecerá à contratante um aumento no nível geral de segurança tecnológica.

Entre os outros benefícios de contratar parceiros especializados, estão:

  • foco personalizado na infraestrutura do seu negócio;
  • rede Wi-Fi bem projetada;
  • suporte especializado com custos fixos mensais;
  • possibilidade de liberar a sua equipe para trabalhar diretamente no núcleo do negócio.

Como vimos no post, as duas opções são eficientes e otimizam os resultados da empresa. Porém, o wireless apresenta uma mobilidade mais eficaz para as companhias que priorizam agilidade nos seus processos. A rede sem fio é mais adequada à transformação digital, que tem revolucionado os serviços oferecidos pela tecnologia da informação aos diferentes tipos de negócio.

Percebeu a diferença fundamental entre redes cabeadas e wireless? Embora similares na transmissão ágil de dados, a opção sem fio leva vantagem em relação aos custos de instalação, manutenção e provimento de internet para diferentes equipamentos.

Gostou do texto e quer continuar aprendendo sobre a importância dos projetos de Wi-Fi? Então, aproveite a visita e leia agora mesmo nosso post sobre o assunto!