Contato WhatsappPowered by Rock Convert

O roteador corporativo é um dos componentes mais valiosos para valorizar a infraestrutura de tecnologia do seu negócio. O equipamento é responsável pela transmissão otimizada do sinal de internet, garantindo um bom alcance para todas as pessoas ligadas à organização. Neste post, vamos conhecer mais sobre essa solução digital.

Um roteador empresarial se diferencia dos equipamentos domésticos pela capacidade superior em encontrar rotas mais ágeis e seguras para o tráfego de dados na sua rede. Vamos descobrir mais sobre a importância de adquirir uma boa opção corporativa. Confira!

Qual é a importância de um roteador corporativo?

Quedas frequentes na conexão à internet e na qualidade do sinal comprometem o desenvolvimento do negócio, dificultando o trabalho dos profissionais alocados na empresa. Além disso, criam insatisfação entre os clientes das companhias que ofereçam os serviços de Wi-Fi para seus consumidores.

As empresas dependem da internet para realizar ligações, transmissões de vídeos e até mesmo para concretizar vendas. Problemas prolongados na qualidade da conexão estão, muitas vezes, ligados à escolha do roteador corporativo.

A difusão e transmissão do sinal variam de acordo com a qualidade do equipamento. Por esse motivo, roteadores domésticos devem ser evitados em ambientes de trabalho, já que o aparelho que utilizamos em casa geralmente não apresenta o mesmo nível tecnológico daquele mais adequado às empresas.

As opções mais indicadas para o uso doméstico apresentam capacidade reduzida em relação aos equipamentos corporativos, aplicados normalmente nas indústrias, já que oferecem CPU e memórias limitadas. Além disso, o suporte oferecido e a largura da banda não se comparam a uma opção corporativa.

Nesse sentido, os equipamentos para uso empresarial oferecem um número bem superior de recursos, principalmente no que concerne à segurança geral da rede, geralmente baixa nas opções domésticas. Essas soluções corporativas oferecem, também, uma transmissão mais eficaz para dados.

Como escolher o roteador ideal?

Por mais que agora já tenha ficado claro o porquê de as opções empresariais serem, de modo geral, superiores aos roteadores domésticos, é importante levar alguns tópicos em consideração na hora de escolher a melhor opção para o seu negócio.

É importante notar que a potência e a presença de antenas grandes não atestam automaticamente a qualidade de um roteador corporativo. Isso porque ela não interfere na velocidade da conexão — o limite da transferência de dados é determinado pelo padrão wireless do equipamento, não pelas antenas.

“Potência” é uma palavra muito utilizada pelos vendedores de rotadores corporativos. Porém, ao contrário do que o senso comum costuma anunciar, de nada adianta instalar um sistema com rádio de maior potência apenas para cobrir uma área de cobertura maior.

Isso se explica pelo fato de que aumentar a potência melhora o sinal transmitido pelo Wi-Fi para o cliente de forma visual, apenas, mas sem resultados práticos: quando se aumenta a potência, há a visualização, no dispositivo, de um sinal mais intenso, mas o usuário não consegue estabelecer uma conexão estável.

Banner meioPowered by Rock Convert

Para ter reciprocidade de transmissão/recepção (chamada de TX/RX), o ideal é utilizar antenas de maior ganho, o que implica melhores sinais tanto de emissão como recepção, de maneira simétrica. Existe uma estratégia equivocada de vendas que enfatiza somente a potência de transmissão, mas sem explicar o processo de forma devida aos consumidores.

Ao contrário do que pode ser anunciado, outro fato que causa confusão é a quantidade de antenas em um roteador, que não aumenta o alcance efetivo do sinal. Aparelhos que, mesmo sem essas hastes, contam com a rede 802.11b conseguem alcançar 11 Mbps. Já a opção de 802.11g atinge até 54 Mbps e a rede 802.11n, mais robusta, chega a 300 Mbps.

Outro fator que costuma confundir é a frequência de operação. Quase todos os equipamentos disponíveis no mercado usam as faixas de 2,4 ou 5 gigahertz. Funciona assim: a frequência mais baixa confere maior alcance, mas ao custo de menor velocidade. Ao escolher a opção de 5 gigahertz, o alcance é menor, mas a velocidade de conexão é bem mais elevada.

Podemos afirmar, ainda, que a melhor combinação é priorizar um equipamento que trabalhe nas duas faixas de frequência, conhecidos como “dual band” — e uma opção poderosa que conta com essa configuração, e mais as características anteriormente citadas, é o Access Point Ubiquiti.

As soluções Ubiquiti para Wi-Fi corporativo são as mais eficazes em relação à necessidade das empresas de estarem conectadas constantemente. O uso dessa modalidade de rede potencializa todas as vantagens da rede wireless, como a flexibilidade, a mobilidade, os custos reduzidos e a praticidade na instalação.

Com o auxílio de uma empresa de alto nível para realizar o estudo do ambiente, da infraestrutura disponível e da necessidade para personalizar o projeto para cada caso, é possível estudar a melhor solução, de acordo com os melhores equipamentos e sistemas à disposição.

O Access Point Ubiquiti é perfeitamente adaptável para projetos de Wi-Fi corporativo dedicados a empresas de diferentes portes, mesmo com uma alta densidade de pessoas ou ambientes industriais, como centros de distribuição com sistemas de controle de estoque. Também se aplica a residências de alto padrão.

Quais os outros fatores que influem na escolha?

Depois de conhecer os termos técnicos, é preciso atentar para a parte operacional e de como o roteador vai servir à sua empresa. O número de colaboradores alocados na instituição e os softwares utilizados na empresa são bons exemplos.

Há que se considerar, também, o nível atual de infraestrutura de tecnologia do ambiente, já que até mesmo os potentes roteadores corporativos operam com um número finito de dispositivos conectados ao mesmo tempo. É essencial, ainda, estabelecer um nível diferenciado de proteção à segurança de informação, já que muitos dados estarão disponíveis no tráfego geral.

Por fim, entre as principais características para se conseguir a melhor solução corporativa, é uma boa medida observar a taxa de transmissão do equipamento. Aparelhos com uma configuração mais robusta nesse quesito apresentam desempenho diferenciado na transferência geral dos dados.

Como vimos no artigo, equipamentos com foco empresarial são opções mais robustas para prover uma transmissão diferenciada e conexão estável de internet para o seu negócio. Adquirir um bom roteador corporativo é um passo importante para modernizar toda a infraestrutura tecnológica da sua empresa, oferecendo um tráfego veloz de dados para otimizar todos os processos da companhia.

Agora que você já sabe como escolher o melhor roteador corporativo, veja também algumas dicas para melhorar o desempenho do Wi-Fi da sua empresa.