Contato WhatsappPowered by Rock Convert

O Wi-Fi não funciona. Com certeza você já viveu esse episódio — infelizmente, muito comum — no dia a dia da empresa. Trata-se de um problema recorrente que pode causar muitos transtornos. Mas por que isso acontece?

Primeiramente, é preciso identificar quais são as possíveis causas desse mau funcionamento, como problemas na rede ou nos roteadores. Essa é uma tarefa técnica e que exige profissionais habilitados, mas é um investimento importante, afinal, melhorar a performance da sua infraestrutura é permitir a operacionalidade dos seus processos de negócio.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira as nossas dicas para melhorar o desempenho do Wi-Fi da sua empresa!

1. Atualize o seu roteador

Um dos principais causadores de problemas nas redes é o mau funcionamento dos roteadores, que podem estar danificados ou desatualizados. É interessante verificar regularmente se esses equipamentos estão operando corretamente.

Verifique se a luz do sinal wireless do roteador está piscando. Se não estiver, desconecte o equipamento, espere 20 segundos e conecte outra vez. Caso a luz não volte a piscar, você precisará “resetar” o aparelho e ver se o firmware está atualizado. Dependendo do fabricante, você receberá uma mensagem sobre a atualização ou, caso contrário, precisará acionar o suporte técnico da empresa.

É comum que as pessoas usem o mesmo equipamento por mais de 5 anos e não se deem conta de que o problema pode estar aí. Confira se o seu roteador não está obsoleto, pois dispositivos velhos tendem a falhar na hora de uma atualização.

No caso das pequenas e médias empresas, também vale a pena investir em um roteador profissional, cortando custos com manutenção ao longo dos anos e garantindo mais estabilidade às operações que dependem da rede.

Banner meioPowered by Rock Convert

2. Aumente a largura da sua banda de internet

O Wi-Fi corporativo, naturalmente, será utilizado por vários dispositivos — e esse número só tende a aumentar com novas contratações ou adições de equipamentos. Por isso, é necessário aumentar a largura de banda da internet da sua empresa sempre que houver necessidade. Não adianta economizar nesse ponto para ter prejuízos na qualidade dos seus serviços depois.

Áreas maiores de cobertura, múltiplos pontos de acesso e antenas mais novas melhorarão consideravelmente a velocidade do seu Wi-Fi. Vale a pena pensar nessa possibilidade, pois com uma rede mais rápida, os seus serviços serão mais estáveis e os clientes perceberão.

3. Priorize os dispositivos mais relevantes

Toda rede Wi-Fi corporativa mantém sistemas e equipamentos críticos para o negócio. Um bom exemplo são os aplicativos dos bancos, que não podem ficar indisponíveis por muito tempo.

Portanto, é preciso verificar quais dispositivos da sua rede realizam as atividades mais importantes e garantir que as suas aplicações recebam sinal de Wi-Fi suficiente. Trata-se de priorizar o que, de fato, é relevante para as operações do negócio.

Existem roteadores que permitem configurar a quantidade de banda para os dispositivos mais prioritários da sua rede. Essa é uma ótima opção para evitar que um torrent consuma todo o link de internet da sua empresa, por exemplo.

4. Solucione os problemas do seu Windows

Se o Wi-Fi não funciona, o problema também pode estar no sistema operacional. Erros no Windows podem causar falhas na sua conexão porque várias vezes os computadores não conseguem reconhecer uma nova rede sem fio.

Para resolver isso, acesse o menu Painel de Controle > Rede e Internet > Central de Rede e Compartilhamento e clique em Solucionar Problemas. Essa opção localizará e corrigirá automaticamente os problemas de conectividade do seu computador. Execute essa solução e depois teste a sua conexão de internet.

Essas são as principais dicas para aplicar se o seu Wi-Fi não funciona adequadamente. Gostou do artigo? Quer ficar por dentro de outras dicas e informações para manter a infraestrutura de TI da sua empresa em dia? Siga nossos perfis nas redes sociais e não perca mais nenhum post! Estamos no Facebook, LinkedIn, Instagram e Twitter!